Menu da Agência de Notícias







Facebook Assembleia RS

TV

Presidente Marlon Santos convoca deputados para buscar saídas para o desabastecimento do Estado
MEDALHA DO MÉRITO FARROUPILHA
Empresário Antônio Roso recebe, de Zanchin, Medalha do Mérito Farroupilha
Celso Luiz Bender - MTE 5771 | Agência de Notícias - 19:10-16/05/2018 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Marcelo Bertani
Evento aconteceu no Salão Júlio de Castilhos da ALRS

Ao final da tarde desta quarta-feira (15), a Assembleia Legislativa fez a entrega da Medalha do Mérito Farroupilha ao empresário Antônio Roso, por proposição do deputado Vilmar Zanchin (MDB). O deputado Juliano Roso (PCdoB), 1º vice-presidente da AL, representou o presidente Marlon Santos (PDT) na cerimônia, que aconteceu no salão Júlio de Castilhos. Entre as autoridades que prestigiaram o evento, o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Odacir Klein, representando o governador José Ivo Sartori. Igualmente presente, o deputado Sérgio Turra (PP).

Na sua manifestação, o deputado Zanchin lembrou que, ao longo de uma legislatura, cada parlamentar pode apresentar somente um nome para receber a homenagem. “Constitui-se, portanto, num momento único, revestido da mais alta importância. E, exatamente por ser uma deferência especial, voltei os olhos à minha região, para dentro de casa. Daí a escolha por alguém que pudesse ser contemplado com esta honraria, com grande significado à comunidade”, justificou, dirigindo-se ao homenageado.

Assim, prosseguiu, “é uma honra o convívio com uma figura que serve de modelo para quem é empresário e exemplo de altruísmo, pelo trabalho social que realiza, caro Antônio Roso. O senhor, que nasceu na Linha 18 Roso, no interior do interior do Rio Grande, de família numerosa, de descendentes de italianos, gente que tem no DNA o gosto pelo trabalho. Esta honraria, caro Roso, quem lhe presta é a sociedade gaúcha, representada nesta Casa. Fico muito feliz em poder estar aqui em nome da minha terra e nossa região, e propor esta distinção”, sublinhou o emedebista.

Trajetória
Traçando a trajetória do empresário, lembrou que, desde muito cedo, “o Antoninho (como carinhosamente era chamado), já demonstrava ser diferenciado. Aos 17 anos, mudou-se pra Porto Alegre para estudar e trabalhar. Depois, retornando a Marau, investiu numa lancheria, num cinema, frequentou os bancos escolares, formando-se em Direito pela Universidade de Passo Fundo. Mas, aquele menino que crescia e sonhava alto, estava dando apenas os primeiros passos rumo a um futuro desafiador e igualmente promissor. No final de 1975, junto com outros empreendedores, fundou a metalúrgica Arcovila, que precedeu a grandiosa Metasa S/A”, contou.

A partir daí, o caminho a ser trilhado pelo empresário Antônio Roso, foi de muitos desafios e grandes vitórias. “Quantos empreendedores não se espelham na forma de trabalhar do Antônio Roso? Quem é de Marau e Passo Fundo sabe a que me refiro. Homem arrojado, audacioso, focado nas estratégias de resultados”, sintetizou. No entanto, para Zanchin, o empresário também deve ser lembrado como um homem de atuação social: vice-presidente da CIERGS/FIERGS, membro da CNI e do PGQP gaúcho; presidente da Associação Comercial e Industrial de Marau; presidente do Conselho Administrativo; fundador da Unisaúde; grande responsável pela instalação do SENAI e escola do SESI em Marau. Além disso, é fundador e atual presidente do Conselho Deliberativo do Hospital Cristo Redentor, de Marau. “Desnecessário, mas importante referir, o quanto melhorou no serviço e na estrutura física o HCR depois do Antônio Roso liderar esta casa da saúde”, frisou.

Conforme Vilmar Zanchin, a honraria entregue se reveste de um sentimento que traduz aquilo que o povo de Marau e da região tem pelo homenageado, a: gratidão. “Sim, esta palavra expõe o mais profundo reconhecimento a um homem que iniciou sua vida na roça, sonhou, trabalhou muito, enfrentou os obstáculos inerentes às atividades do mercado, suplantou provações que a vida lhe apresentou, nenhuma barreira na vida pessoal e do mundo dos negócios foi maior que a sua determinação, coragem, disciplina e obstinação pelo trabalho”, enalteceu o parlamentar.

Ao final, Zanchin fez questão de reforçar que a homenagem representava “um pouco do muito obrigado e da gratidão que devemos à sua pessoa e história de vida, que inspira a todos nós. A homenagem é mais que justa”.

Medalha de Deus
O empresário Antônio Roso se disse honrado com a deferência, a mais importante condecoração do Parlamento e que leva o termo farroupilha na denominação, utilizado em situações de destaque. “Tamanha distinção acontece por iniciativa de um grande deputado. A ele, Vilmar Zanchin, minha estima e gratidão”.

Destacou que a homenagem ganha significado especial, “uma vez que, durante toda a minha trajetória, e mesmo em meio a desafios e dificuldades, mantive postura otimista e coerente. Sempre acreditei e investi no Estado e, apesar dos anos mais difíceis os quais vivenciamos, prossigo acreditando, muito, na capacidade da nossa gente, do povo gaúcho, na sua superação. Com certeza, anos estão por vir”, considerou.

Da mesma forma, agradeceu empresas e entidades das quais faz parte, com as quais “compartilho este momento, bem como com amigos, colaboradores e parceiros, que atuam em diversas frentes”. Observou, no entanto, que apesar das muitas conquistas, “muito ainda há o que ser feito em uma sociedade tão desigual. Temos que fazer a nossa parte e crer em um país melhor”, sublinhou.

Por fim, dedicou a medalha a Deus, “que me colocou aqui, neste chão, com a capacidade de empreender e, de alguma forma, contribuir na melhoria da sociedade”. Frisou que o momento é crise política, e não empresarial. “Nas próximas eleições devemos escolher aqueles que querem avançar, tirando o Estado e o país da atual letargia”, propôs.

Igualmente acompanharam o ato, prefeitos, vereadores, familiares e amigos do homenageado.

Mesa Diretora
Em nome da Mesa Diretora da AL, o deputado Juliano Roso cumprimentou o deputado Zanchin pela iniciativa, “uma bela e justa homenagem ao empreendedor Antônio Roso. Cada parlamentar, caro Roso, só tem direito a uma única medalha em quatro anos. E tenho certeza que a escolha do colega Zanchin vem do seu coração, por tudo que o senhor, empresário Roso, tem feito pelo Rio Grande”, apontou. O Estado, prosseguiu Juliano Roso, “agradece a ti por acreditares no Rio Grande, no nosso potencial, pelo que tu fez e faz, por acreditar, por criar emprego e renda, gerando oportunidades e desenvolvimento. Da mesma forma como a comunidade de Marau, em nome de Passo Fundo agradeço por sua atuação junto à nossa comunidade”, destacou.

Biografia
Filho de Mário Roso e Amábile Cristhan Roso, Antônio Roso nasceu em 9 de fevereiro de 1947, na comunidade linha 18 Roso, à época pertencente a Guaporé, hoje Vila Maria, no Rio Grande do Sul. Descendente de italianos, foi o oitavo filho de uma família de dez irmãos. Tem nos laços familiares os seus valores mais fortes. É graduado em Direito, pela UFP.

Roso tem no DNA o empreendedorismo: de feirante, aos 17 anos, tornou-se um dos empresários mais respeitados no RS e no país. Em 30 de dezembro de 1975, na cidade de Marau, com um grupo de empresários, fundou a metalúrgica Arcovila Ltda, a qual em 1986, passou a se chamar Metasa s/a Indústria Metalúrgica.

A empresa é, na atualidade, uma das maiores do Brasil, pioneira no desenvolvimento de soluções de engenharia, fabricação e montagem em estruturas metálicas para os segmentos da construção civil, de infraestrutura, de mineração, de óleo e gás, de papel e celulose, e nas áreas petroquímica e siderúrgica. É uma empresa que atende às necessidades dos clientes por meio de soluções diferenciadas e inovadoras.

Tendo completado 42 anos, a empresa atua de acordo com as normas e os procedimentos de saúde, segurança, responsabilidade social e ambiental do setor. Sua capacidade instalada é de aproximadamente 3.500 toneladas ao mês e sua força de trabalho conta com mais de 600 colaboradores. Atualmente, Antônio Roso é diretor-presidente da Metasa, que possui unidades fabris em Marau e Charqueadas.

Exatos trinta anos após a fundação da Metasa, Roso criou, em 2005, a Bsbios – Ernergia Renovável, com plantas em Passo Fundo, RS, e em Marialva, no Paraná. A Bsbios foi fundada com a finalidade específica de produzir biodiesel. Possui uma moderna planta para a produção do combustível, com capacidade para produzir mais de 100 milhões de litros por ano. Utiliza soja, canola, mamona e girassol como matéria-prima. Gera mais de 350 empregos diretos e um crescente número de empregos indiretos.

Além de impulsionar a economia local, a companhia gera desenvolvimento regional ao agregar e fortalecer a agricultura familiar. Mais de 40% das matérias primas utilizadas pela empresa são oriundas de cerca de 15 mil pequenos produtores.

Hoje, o principal desafio do empresário Antônio Roso é a diversificação do seu leque de atividades. Este ano, será inaugurado o Passo Fundo Shopping, um empreendimento que também terá sua participação.

Roso tem igualmente atuação intensa no cenário político-empresarial, como membro de diversas entidades, onde fomenta o desenvolvimento do setor industrial no rio grande do sul. É integrante do comitê do Programa Gaúcho da Qualidade do Rio Grande do Sul (PGQP); é conselheiro da Confederação Nacional da Indústria (CNI), representando a Fiergs), e foi vice-presidente regional do Centro das Indústrias do RS (Ciergs), nas gestões de Heitor José Muller, Paulo Tigre, Renan Proença e Dagoberto Lima Godoi.

A Medalha
A Medalha do Mérito Farroupilha é a maior láurea do Parlamento gaúcho. Foi instituída pela Resolução de Mesa nº 381, de 13 de dezembro de 1995, com o objetivo de homenagear cidadãos brasileiros ou estrangeiros que, por motivos relevantes, tenham se tornado merecedores do reconhecimento da Assembleia Legislativa do RS.  

Versão de Impressão
Medalha Mérito Farroupilha


Últimas Notícias

25/05/18 - 19:30 - Agência de Notícias - AL encaminha solicitações e posicionamentos ao Executivo em relação à greve dos caminhoneiros
25/05/18 - 17:20 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira
25/05/18 - 14:15 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa na semana de 28 de maio a 1º de junho
24/05/18 - 17:05 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta sexta-feira
24/05/18 - 16:00 - Agência de Notícias - Pronunciamentos na tribuna nesta quinta-feira
24/05/18 - 08:30 - Agência de Notícias - Diretores do Banrisul devem explicar venda de ações na Comissão de Finanças
23/05/18 - 17:20 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira
23/05/18 - 16:50 - Solar dos Câmara - Prêmio Lila Ripoll de Poesia prorroga inscrições até 10 de junho
23/05/18 - 16:40 - Agência de Notícias - Pronunciamentos na tribuna nesta quarta-feira
23/05/18 - 08:30 - Agência de Notícias - Retirada compulsória de filhos de mães em situação de vulnerabilidade em debate nesta quarta
22/05/18 - 18:40 - Agência de Notícias - Plenário aprova contratação de guarda-vidas civis e discute progressão funcional no quadro do Irga
22/05/18 - 17:30 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira
22/05/18 - 17:25 - Agência de Notícias - Pronunciamentos na tribuna nesta terça-feira
22/05/18 - 12:15 - Agência de Notícias - Seis matérias devem ser deliberadas em plenário na tarde desta terça-feira
22/05/18 - 08:30 - Agência de Notícias - Três comissões permanentes se reúnem na manhã desta terça-feira
Leia mais ...

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul - Agência de Notícias
Praça Marechal Deodoro, 101 Térreo - Centro - Porto Alegre RS - Cep 90010-300 - Email: redacao@al.rs.gov.br - Telefone (51) 3210 2555 - Fax: (51) 3210 1226