Menu da Agência de Notícias







Facebook Assembleia RS

TV

30 anos do Projeto Projari, de Guaíba, são homenageados no grande expediente
FÓRUM DOS GRANDES DEBATES
Em debate na ALRS, o Papel do Estado e o Desenvolvimento do País
Celso Luiz Bender* - MTE 5771 | Agência de Notícias - 21:18-09/08/2017 - Foto: Caco Argemi - ALRS
A Assembleia Legislativa promoveu, na noite dessa quarta-feira (9), a terceira edição do ano do Fórum dos Grandes Debates com o tema “O Papel do Estado e o Desenvolvimento do País”. O encontro teve como palestrantes o senador Roberto Requião (PMDB/PR), o economista Márcio Pochmann e o médico e vice-presidente do PCdoB, Walter Sorrentino. O evento, que aconteceu no Teatro Dante Barone, foi aberto ao público.
 
Em sua saudação inicial, o presidente do Parlamento, Edegar Pretto (PT), disse que seria muito cômodo para ele, como presidente de Poder, cruzar os braços e evitar embates e dissabores. “Eu não tenho este direito”, afirmou, ressaltando que na encruzilhada vivida no país e no Estado “é preciso agir e ter posição. Eu tenho posição diante deste momento: sou contra as ditas reformas impostas por Temer. Ou se é a favor dos trabalhadores, ou contra eles”, sublinhou.
 
Neste contexto, prosseguiu, a Assembleia não poderia se eximir. “Para tanto, realizamos mais uma etapa do Fórum dos Grandes Debates, desta feita tratando do papel do Estado. Afinal, que Estado queremos? O Estado que se encolhe e se omite quanto à sua função de estar ao lado dos que mais precisam, culpando o serviço público e os servidores, ou o Estado que atua em favor de todos?”, questionou.
 
Na sequência, os painelistas expuseram seus pontos de vista em relação ao tema apresentado. Pochmann, Requião e Sorrentino fizeram uma retrospectiva histórica de momentos que moldaram a atual situação do Brasil e apresentaram suas visões de como o Brasil pode sair da situação em que se encontra.
 
O economista Márcio Pochmann saudou a posição do presidente Edegar Pretto em abrir a Casa legislativa para o debate. Disse que o país vive um período singular, a exemplo de outros momentos da história, como na Abolição da Escravidão e na Revolução de 30. “Ali, por várias circunstâncias, estabelece-se o caos, no sentido do rompimento de questões colocadas como definitivas. Hoje, igualmente não há saída tradicional para o problema que esta gestão de Temer colocou. É preciso que haja a politização da classe trabalhadora. Sem a mobilização da base da pirâmide a transformação será muito difícil”, alertou.
 
O senador Requião afirmou que três pontos são fundamentais como causa da atual “tragédia nacional”: a precarização do Executivo, submisso ao Banco Central; a precarização do Parlamento, submetido a verbas de campanhas políticas milionárias custeadas pelos grandes empresários, e a precarização do trabalho. “Neste quesito, com as reformas propostas, retrocedemos 150 anos”, frisou. Para ele, a saída passa por uma grande mobilização nacional, uma frente, uma aliança entre o capital produtivo e as forças do trabalho contra o capital financeiro, “contra o capital vadio, que só especula e não gera um emprego”. Ainda segundo Requião, o trabalhador brasileiro “não aceitará se submeter à nova semiescravidão em construção no país”.
 
Walter Sorrentino igualmente pregou a necessidade de união de várias forças para “impedir o neocolonialismo. Só uma frente ampla, com representações da maioria dos brasileiros, podemos pensar em aletrar o quadro imposto”. Conforme ele, para que isso aconteça é necessário que todos abram mão de algo em favor do todo, "uma flexibilidade tática". Citou como exemplo a tendência da esquerda brasileira em ser contrário a tudo que se relaciona ao campo, ao que é produzido, às inovações tecnológicas. “Este e outro temas precisam ser examinados com visão ampla”, apontou. Advertiu quanto à divisão das forças que representam de fato a população. "Devemos nos unir contra os que estão destruindo o Estado brasileiro".
 
Eixos da gestão
Conforme o superintendente de Comunicação Social da Assembleia Legislativa, Marcelo Nepomuceno, o evento está ancorado em um dos eixos da atual gestão do Parlamento, que são a igualdade de gênero, o papel do Estado, a agricultura e soberania alimentar e a democracia. As duas edições anteriores do Fórum dos Grandes Debates, realizadas em 22 de maio e 1º de junho, tiveram como temas “Mulheres no Poder – Os desafios nos espaços da política” e "Democratizar a Democracia".
 
* A matéria consolidada será publicada pela Agência de Notícias nesta quinta-feira
Versão de Impressão
Presidência


Últimas Notícias

14/12/17 - 16:50 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta sexta-feira
14/12/17 - 15:40 - Agência de Notícias - Pronunciamentos na tribuna nesta quinta-feira
14/12/17 - 15:10 - Agência de Notícias - Jeferson presta homenagem aos 30 anos do PROJARI – Vidas a Serviço da Vida
14/12/17 - 08:48 - Agência de Notícias - Três comissões permanentes se reúnem nesta quinta
13/12/17 - 18:10 - Agência de Notícias - Pronunciamentos durante Sessão Solene de entrega da Medalha Deputado Emérito
13/12/17 - 18:10 - Agência de Notícias - Na Assembleia Legislativa, ex-governador Germano Rigotto recebe título de Deputado Emérito
13/12/17 - 17:20 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira
13/12/17 - 08:30 - Agência de Notícias - Quatro reuniões ordinárias e duas audiências públicas acontecem nesta quarta-feira
12/12/17 - 15:00 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira
12/12/17 - 14:20 - Agência de Notícias - Deputados aprovam 23 projetos do Executivo e adiam votação de três matérias
12/12/17 - 12:45 - Agência de Notícias - Manifestações na tribuna nesta terça-feira
12/12/17 - 11:02 - Agência de Notícias - Vinte e nove matérias vão a votação em plenário na manhã desta terça-feira
12/12/17 - 10:17 - Agência de Notícias - Deputados realizam sessão extraordinária nesta manhã
11/12/17 - 17:30 - Agência de Notícias - Atividades da Assembleia Legislativa nesta terça-feira
11/12/17 - 11:30 - Agência de Notícias - Oitenta e duas matérias estão aptas para serem votadas em plenário
Leia mais ...

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul - Agência de Notícias
Praça Marechal Deodoro, 101 Térreo - Centro - Porto Alegre RS - Cep 90010-300 - Email: redacao@al.rs.gov.br - Telefone (51) 3210 2555 - Fax: (51) 3210 1226